Como viajei com uma mochila!

Postado por

Despachar bagagem é algo que evito ao máximo. E hoje vim mostrar como consigo viajar com uma mochila levando tudo (e não mais do que isso) que preciso!



Mochila: Kipling
Saquinhos personalizados: La Pomme
Potinhos: comprei alguns em farmácia, outros em loja de bijuterias e casas de essências
Lista para download AQUI
Necessaire miniaturas: Forever 21
Necessaire de maquiagem: Aprilskin
Porta passaporte: La Pomme
Tapa olho: La Pomme
Protetor de pescoço: não lembro a marca :( comprei na Marshalls (Toronto)
Balança de mão: Isaac Mizrahi

Meu planner de 2017 – La Pomme

Postado por

2017, chegue logo que eu quero te usar! Com meu planner novo, claro! :D
Meu Querido Planner – Versão Felicidade {La Pomme}



TEM AQUI:
Planner com a estampa comidinhas
Todos os planners/agendas

743-planner-la-pomme-meu-querido-planner-01

743-planner-la-pomme-meu-querido-planner-02

743-planner-la-pomme-meu-querido-planner-03

*Esse post NÃO é um publieditorial

• Batom usado no vídeo: Infalible Pro Matte Gloss “Statement Nude”, L’oréal

Programas favoritos no Outono em Toronto #vidaemto

Postado por

675-10-motivos-pra-fazer-intercâmbio-em-toronto-09

Oi pessoal, tudo bem? Está chegando a minha estação favorita: o outono! E no post de hoje vou contar um pouco das coisas que mais gosto de fazer nessa época!
Decidi fugir do que todo mundo fala (Nuit Blanch, abóboras, Thanksgiving, Halloween, etc) e deixar esse post um pouco mais pessoal.

675-10-motivos-pra-fazer-intercâmbio-em-toronto-07

– Caminhar: a temperatura é incrível (pelo menos pra mim que prefiro frio), então eu amo andar. Acho muito mais confortável porque não fico suando, é ótimo. Também amo porque o visual está se transformando: as árvores estão mudando de cor, as folhas estão caindo… Acho bem legal observar tudo. Confesso que da primeira vez foi um pouco triste porque eu tinha a sensação que todas as árvores estavam morrendo, mas logo acostumei e acho muito bonito.

675-10-motivos-pra-fazer-intercâmbio-em-toronto-02

– Picnic no parque: enquanto todo mundo prefere fazer isso no verão, eu acho no Outono mais confortável. Claro que quando está chegando o inverno complica hahahaha Mas acho que no verão é calor demais, eu fico impaciente. No inverno é tudo lindo e maravilhoso hahaha

677-Coisas-que-descobri-sobre-Toronto-que-so-descobri-aqui-06

– Fazer compras de Outono/Inverno: eu vim de Salvador, então simplesmente não tinha nada de frio. Ano passado tive que comprar tudo: casaco, bota, luva, etc etc. Acho uma delícia comprar peças diferentes que nunca precisei comprar na vida. E o legal é que a cada ano que passa dá pra investir em peças mais diferentes, porque no meu primeiro ano aqui foi tudo preto, né? hahahaha

675-10-motivos-pra-fazer-intercâmbio-em-toronto-06

– Patinar no gelo: sim, eu sei que a maioria das pistas de patinação ao ar livre só abrem no final de Novembro. Mas ainda é outono e essa é uma coisa que eu AMO fazer. Quando acabou o inverno eu já estava ansiosa para o próximo hahaha Tinha que colocar aqui nessa lista.

E você, tem alguma sugestão diferente pra me dar? Deixa nos comentários :D

Esse post faz parte do #vidaemTO, projeto que tenho com outras blogueiras daqui de Toronto. Conheça os outros posts:
Outside Brazil
Minha neve e cia
Gaby no Canadá
Baianos no pólo norte
Virei canadense
Mikix

*Todas as fotos desse post foram tiradas por Jussandra Silva aqui em Toronto.

Costumes canadenses que eu adquiri #vidaemto

Postado por

Quando você vai morar em outro país acaba mudando um pouco os seus costumes. Eu mudei vários dos meus e hoje vim contar um pouco sobre eles.
Omiti tirar os sapatos ao entrar em casa e pedir desculpa por tudo porque acho que todo mundo sempre coloca isso! hahahahahha

– Olhar a temperatura todos os dias: não importa a estação, eu sempre olho a temperatura antes de sair de casa. Aqui as vezes a temperatura varia demais: as vezes a sensação hoje é de 20ºC, mas amanhã tá sensação de 40ºC. Também tem o fato de que a sensação térmica normalmente é bem diferente da temperatura. No inverno, por exemplo, pode estar fazendo -15ºC, mas com sensação de -30ºC.

– Ser prioridade para atravessar a rua: hoje não paro mais e espero os carros passarem porque eu sei que eles vão parar e esperar para que eu possa atravessar a rua, então sempre tomo a atitude de atravessar antes. Parece bobagem, mas quando ando com alguém recém chegado do Brasil, a pessoa meio que dá uma paradinha e fica um pouco chocada com o fato de eu parecer nem ver o carro hahahaha Mas eu faço isso com atenção, claro!

– Usar lenços umedecidos: assim que eu cheguei, sentia um pouco de falta de pano de chão, pano de pó, pano pano pano! Mas aqui eles usam muito lenço. Então tem lenço umedecido com desinfetante, lencinho antisséptico para as mãos, para chão, para banheiro… Hoje eu uso muito mais, mas com uma certa moderação porque tenho pena do meio ambiente.

– Não ter vergonha de usar o que eu gosto: esse ano eu conclui que existem muitas coisas que eu não sei se gosto, porque cresci ouvindo que era feito ou não me valorizava. Então tenho tentado usar algumas coisas diferentes (tipo sair de batom azul) e, se eu curtir, uso mesmo e ninguém nem olha pra mim.

– Respeitar mais as pessoas: assim como adoro que ninguém se importa com o que gosto e uso, passei a respeitar mais as pessoas. No Brasil a gente tem mais costume de olhar quando alguém usa algo diferente, e as vezes até de forma positiva, mas me controlo pra não ficar olhando – mesmo que eu esteja achando aquilo o máximo – para não deixar ninguém desconfortável. Também aprendi mais ainda sobre diferenças e sobre cada um escolher o que gostar e se sentir bem.

– Usar sacolas retornáveis para ir ao mercado: muitos mercados aqui cobram pelas sacolinhas de mercado, então as pessoas usam sacolas retornáveis (que é bem mais fácil e ecológico) e eu aderi super. Bem melhor!

– Comprar embalagens maiores no mercado: outro dia me peguei comprando um saco de 5kg de farinha de trigo! hahahaha Quanto maior a embalagem, mais vale a pena. Eu sabia que iria usar a farinha toda e que ela ficaria bem armazenada aqui em casa, então comprei e deu certo. Faço isso sempre de forma inteligente, senão a gente acaba comprando muito mais comida e acaba estragando.

Alguém aí mora/já morou fora e mudou os hábitos? Conta pra mim nos comentários!

Esse post faz parte do #vidaemTO, projeto que tenho com outras blogueiras daqui de Toronto. Conheça os outros posts:
Outside Brazil
Minha neve e cia
Gaby no Canadá
Baianos no pólo norte
Virei canadense
Mikix

Pão caseiro rápido (não precisa sovar)

Postado por

Vem aprender a fazer esse pão caseiro rápido que não precisa sovar e fica DELICIOSO!

 
INGREDIENTES
180ml (3/4 xícara) de leite
1 colher de sopa de açúcar
5g de fermento biológico seco (granulado)
1 ovo
60ml (1/4 xícara) de azeite
180g (1 1/2 xícara) de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
1 colher de sopa de queijo ralado + extra para polvilhar

MODO DE PREPARO
Aqueça o leite até ele ficar morno (não pode ser quente porque vai queimar o fermento), retire do fogo e adicione o açúcar e o fermento. Espere o fermento subir como mostrado no vídeo (entre 5 e 10 minutos). Caso o fermento não suba, talvez ele esteja vencido ou o leite quente demais, aí tem que refazer com mais cuidado (senão o pão não cresce).
Numa vasilha, misture o ovo, o azeite e a mistura do fermento. Mexa e acrescente a farinha de trigo, o sal e o queijo ralado. Misture até virar uma massa homogênea, transfira para uma assadeira untada (com spray para assar ou óleo e farinha de trigo) e deixe descansar por 30 minutos (não é obrigatório esperar, mas o bolo cresce mais se a massa descansar um pouco). Polvilhe com queijo ralado e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 25-40 minutos (depende de cada forno). Quando o pão estiver bem douradinho, pode retirar.

DICAS
– Não é obrigatório usar o queijo ralado. O pão também fica delicioso sem.
– O azeite pode ser substituído por outro óleo (soja, milho, girassol, coco, etc), mas recomendo o azeite mesmo.
– É possível fazer o pão com farinha de trigo integral e também com farinha de arroz, mas recomendo usar uma tabela de conversão de farinhas porque não vai ser a mesma medida. (Nunca fiz com outra farinha, então não garanto que fique tão gostoso).

Se gostou, não esquece de curtir o post e compartilhar o vídeo!